Pepino japonês

O pepino japonês é uma cucurbitácea, assim como as abóboras, chuchu, a melancia e o melão. Originário da Índia, têm sido cultivado desde a antiguidade na Índia, na África e na Europa. O pepino japonês contém pequena quantidade de vitaminas A, B1, B2 e C e de sais minerais.

Pepino_Japons1Como comprar

Embora haja muitas variedades do pepino japonês, a maioria híbrida, todos são alongados e tem a casca fina, verde-escura, agradável de se comer, com pouca ou nenhuma semente. Evite se tiver amarelado, murcho ou enrugado.

Escolha os frutos com cuidado para não danifica-los, pois os ferimentos e amassamentos prejudicam sua qualidade e reduzem sua durabilidade. Prefira frutos firmes e com a casa brilhante.

Como conservar

O pepino se estraga rapidamente se mantido em condição ambiente. Em geladeira, dentro de vasilha tampada ou sacos de plástico perfurados, pode ser conservado por até 7 dias sem grandes alterações na cor, no sabor e na aparência. O pepino deve ser colocado na parte inferior da geladeira.

Como consumir

O pepino japonês é utilizado com casca, na maioria das vezes em saladas que é uma ótima opção de consumo.
Também é excelente para incrementar sanduíches frios, juntamente com tomate e alface.

Dicas

Para facilitar a digestão do pepino, recomenda-se cortar fatias bem finas.
Temperos que combinam com o pepino japonês: vinagre, pimenta, limão, sal, azeite e orégano.

 

INFORMAÇÃO NUTRICIONAL
Porção de 100g

Quantidade por porção

Valor energético

13 Kcal

Carboidratos

2,7  g

Proteínas

0,7 g

Gorduras Totais

-

Gorduras Saturadas

0g

Gorduras trans

0g

Fibra Alimentar

0,9 g

Sódio

2 mg

Fonte: Embrapa



Rua Visconde Guarapuava, 2.229
45 3223.1796 | Cascavel - PR