Nabo

Originário da Sibéria, o nabo foi introduzido na Europa no século 16 e posteriormente trazido para a América pelos colonizadores. Planta muito utilizada na medicina chinesa e um dos principais alimentos em regiões de inverno rigoroso na Europa, antes do aparecimento da batata. Pertence á família das Brássicas, assim como o repolho, o couve-flor e a mostarda. Apesar do comumente referirmo-nos às raízes do nabo, essa hortaliça não é uma raiz do ponto de vista botânico, pois se forma a partir do engrossamento da base do caule. É um alimento leve, pouco calórico e de fácil digestão.

Nabo1Como comprar

O nabo é vendido com ou sem folhas. A casca, bem fina, pode ser vermelha, verde, amarela ou branca, enquanto a polpa pode ser branca ou amarela. O formato é variado, desde redondo até fino e comprido como uma cenoura. No mercado brasileiro são comuns o nabo de formato alongado com casca e polpa brancas. A raiz tem o sabor levemente picante, muito refrescante e ligeiramente adocicado. A textura é macia e quebradiça.

Escolha raízes com a pele lisa, que estejam firmes, sem machucados, sem áreas escuras ou amolecidas e sem brotações. Raízes menores em geral são mais macias e mais saborosas.

Como conservar

As raízes se conservam bem fora da geladeira, desde que por períodos curtos. Em geladeira doméstica pode ser matido por até 15 dias sem prejuízo de qualidade. Se for preciso lavar as raízes antes de amarzená-las, seque-as com papel absorvente ou pano limpo. Em seguida, acondicione-as em saco ou vasilha de plástico e refrigere.

Como consumir

Consome-se preferencialmente a raiz, mas as folhas também são comestíveis e muito ricas em vitaminas e minerais. O nabo pode ser consumido cru ou cozido.
Para uso cru, em saladas, prefira as raízes menores e colhidas mais cedo. Nessa forma pode ser consumido com o tempero de sua preferência ou em saladas mistas, substituindo o rabanete. Quando as raízes são colhidas menores, com a casca bem fina, não há necessidade de descasca-las. Se for preciso descascar, retire uma camada bem fina, evitando desperdício.
Use os nabos maiores para sopas, cozidos e purês. Ao ser cozido, o nabo perde o sabor picante e amargo e fica com um sabor suave como o da batata. O cozimento pode ser feito em água fervente, no vapor ou no micro-ondas.

Dicas

Seguidores da alimentação macrobiótica indicam o nabo ralado para acompanhar qualquer prato que contenha fritura, para ajudar na digestão.
Na culinária japonesa é comum ornamentar os pratos com o nabo cortado em formatos variados.
Temperos que combinam: azeite, alho, cebola, vinagre, pimenta, grãos de mostarda e noz-moscada.

 

INFORMAÇÃO NUTRICIONAL
Porção de 100g

Quantidade por porção

Valor energético

18 Kcal

Carboidratos

4,1 g

Proteínas

1,2 g

Gorduras Totais

0,1 g

Gorduras Saturadas

0g

Gorduras trans

0g

Fibra Alimentar

2,6 g

Sódio

2 mg


Fonte: Embrapa



Rua Visconde Guarapuava, 2.229
45 3223.1796 | Cascavel - PR